SAINT-EXUPÉRY E A PRAIA DO CAMPECHE

Nos primeiros anos após a Primeira Guerra Mundial, os pilotos franceses abriram as primeiras rotas de correio aéreo entre Europa, África e América do Sul. No Brasil, diversos aeródromos foram criados para pousos e decolagens dos pequenos aviões que tinham pouca autonomia de vôo e sofriam freqüentes panes. Um desses aeródromos era localizado em Florianópolis, na Praia do Campeche, onde os pilotos faziam escala para descanso e abastecimento. Entre os pilotos, um deles, anos mais tarde, ficaria mundialmente conhecido como escritor e autor do livro “O Pequeno Príncipe”, publicado em 1943. Os relatos sobre a passagem de Antoine Saint-Exupéry pela ilha são do período de 1929 a 1931. O autor é lembrado, na Praia do Campeche, com um memorial e com o nome de uma avenida (Avenida Pequeno Príncipe). A pista de pouso ainda existe e pertence à Aeronáutica.

Recentemente foi inaugurado o Espaço Zeperri, nome como era chamado pelos pescadores, na pousada de mesmo nome, na Praia do Campeche, contando a história de vida do aviador. As visitas são gratuitas, após agendamento. Maiores informações: fone 48-3879-1134.

Fonte: Jornal Diário Catarinense, Caderno Variedades, de 06/11/2007, páginas 6 e 7.